História: Mudança e continuidade num mundo global

História: Mudança e continuidade num mundo global

O Programa Interuniversitário de Doutoramento em História: mudança e continuidade num mundo global (PIUDHist), teve início no ano letivo de 2008-2009 e foi reestruturado em 2013-2014, recebendo a qualificação de Doutoramento FCT.

O PIUDHIST concede 4 bolsas de doutoramento por cada edição, ao abrigo dos Programas de Doutoramento FCT, sendo a sua atribuição regulada nos termos do respetivo Edital de abertura de concurso

Com uma organização curricular inovadora, este programa doutoral contempla quatro áreas de especialização definidas segundo um critério temático − dinâmicas sociais e estruturas políticas; instituições e desenvolvimento económico; impérios, colonialismo e pós-colonialismo; movimentos intelectuais e socioculturais – ultrapassando definitivamente a tradicional organização dos doutoramentos em História por especialidades vinculadas a períodos cronológicos. Favorece-se assim uma formação transversal e comparativa, articulada em torno de abordagens de média e de longa duração, que potencia a qualidade científica da formação e da investigação.

Em Portugal, o PIUDHist é o primeiro programa doutoral em História totalmente assente numa parceria interuniversitária, reunindo cinco instituições universitárias portuguesas: 

Instituto de Ciências Sociais, Universidade de Lisboa (ICS-UL)
Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa (FLUL)
ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL)
Universidade Católica Portuguesa (UCP)
Universidade de Évora (UE)

No âmbito de acordos firmados com outras entidades, os estudantes admitidos à frequência do PIUDHist podem ainda candidatar-se às seguintes bolsas de doutoramento:
- Bolsa “Banco de Fomento de Angola (BFA)”, para estudantes de nacionalidade angolana.
- Bolsa “Fundação Calouste Gulbenkian (FCG)”, para estudantes oriundos dos PALOP ou Timor-Leste, que se enquadrem nas condições regulamentares do Serviço de Bolsas Gulbenkian.
- Bolsa “Fundação Oriente (FO)”, para estudantes asiáticos ou de nacionalidade portuguesa, cuja tese de doutoramento incida sobre as relações históricas entre Portugal e o Oriente, e que se enquadrem no Regulamento de Bolsas de Doutoramento da Fundação Oriente.

O PIUDHist dispõe ainda do apoio da Fundação Luso-Americana, com vista à admissão de estudantes norte-americanos.

Grau de Doutor em História é conferido aos estudantes que obtiverem um total de 240 créditos/ECTS através de um documento único subscrito pelas quatro Universidades parceiras:

A obtenção dos 240 créditos é feita ao longo de um programa de trabalhos de quatro anos que se distribui da seguinte forma:
- 60 créditos nos dois primeiros semestres letivos que conferem um Diploma de Estudos Avançados em História e o respetivo suplemento ao diploma, num documento único subscrito pelas quatro Universidades parceiras.
- 180 créditos nos restantes três anos através da elaboração, discussão e aprovação de uma tese, incluindo a participação em 6 seminários semestrais de acompanhamento e respetiva orientação.

1º SEMESTRE
30 ECTS
UNIDADES CURRICULARES

• Seminário de Projecto I 12 ECTS
• Seminário Metodológico 6 ECTS
Seminários de Especialidade I: 6+6 ECTS (2 à escolha)
• Dinâmicas sociais e estruturas políticas I
• Impérios, colonialismo e pós-colonialismo I
• Movimentos intelectuais e socioculturais I

2º SEMESTRE
30 ECTS
UNIDADES CURRICULARES
Obrigatória:

• Seminário de Projecto II 18 ECTS
Seminário de Especialidade II: 6+6 ECTS (2 à escolha)
• Dinâmicas sociais e estruturas políticas II
• Instituições e desenvolvimento económico I
• Impérios, colonialismo e pós-colonialismo II

3º a 8º SEMESTRE
180 ECTS
UNIDADES CURRICULARES
Seminário de acompanhamento

Admissão

Período de candidaturas para o ano letivo 2018/2019:

1ª fase: 16 de abril a 15 de junho de 2018

2ª fase: 16 de julho a 17 de agosto de 2018

Número de vagas em cada edição: 15

O PIUDHist está aberto a candidatos de qualquer nacionalidade.

São admitidos como candidatos:
• os titulares de grau de mestre ou equivalente legal na área de História ou de qualquer outra área das Ciências Sociais e Humanas.
• a título excecional, podem ser admitidos como candidatos os titulares de grau de licenciado ou equivalente legal, desde que sejam detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante e que apresentem cartas de recomendação que demonstrem a sua capacidade para a realização deste ciclo de estudos doutorais.

O processo de seleção dos candidatos é realizado pela Comissão Diretiva do PIUDHIST de acordo com os seguintes critérios:
• Classificação de licenciatura: 10%
• Classificação de mestrado: 25%
• Experiência e capacidade para desenvolver investigação avançada: 30%
• Carta de motivação, entrevista e pré-projeto de doutoramento: 35%

O PIUDHist concede 4 bolsas de doutoramento por cada edição, ao abrigo dos Programas de Doutoramento FCT, sendo a sua atribuição regulada nos termos do respetivo Edital de abertura de concurso (a publicar brevemente).

No final do processo de avaliação das candidaturas, os candidatos são seriados de acordo com a pontuação obtida através da aplicação dos critérios de seleção. A decisão final da seriação das candidaturas, incluindo a decisão sobre a atribuição das bolsas FCT, será comunicada até um mês após a data de encerramento de cada uma das fases de candidaturas.

O preenchimento do formulário de candidatura ao PIUDHIST é feito online aqui e deve ser acompanhado de:
• Curriculum Vitae
• Certificados de Habilitação de Grau de Licenciatura e de Mestrado
• Cópia do documento de identificação e fotografia
• Carta de motivação apontando as razões para a escolha do PIUDHist
• Apresentação geral do pré-projeto de doutoramento
• Papers e publicações, incluindo a tese de mestrado, em pdf.
• Duas cartas de recomendação

A admissibilidade da candidatura é verificada pela Comissão Diretiva do PIUDHIST.

Os estudantes admitidos deverão formalizar a sua inscrição no programa, após cada uma das fases de candidatura, até 15 dias após a informação dos resultados.

Hugo Filipe Gonçalves das Dores
  Impérios, Colonialismo e Pós-colonialismo
  ¨Uma Missão para o Império: Política missionária e o 'novo imperialismo' (1885-1926)¨
  2014
Pietro Tessadori
  Dinâmicas do Mundo Contemporâneo
  ¨O Homem Novo do fascismo italiano e do Estado Novo português¨
  2014
Isabel Correa da Silva
  Dinâmicas do Mundo Contemporâneo
  ¨O Espelho Fraterno: O Brasil no discurso do republicanismo português (c.1889-c.1914)¨
  2012
Coordenador