Política Comparada

Política Comparada

Doutoramento em Política Comparada articula a investigação desenvolvida no ICS com o ensino pós-graduado. O objectivo é formar cientistas políticos de elevado nível académico.

O ICS constitui a principal instituição portuguesa de investigação nesta área. Este doutoramento põe em valor os seus recursos e as valências dos seus investigadores. A frequência do programa irá garantir:
- A aprendizagem de metodologias avançadas da investigação;
- A exposição à pesquisa de ponta desenvolvida no ICS e a nível internacional;
- Acompanhamento individualizado e orientação científica de elevada qualidade;
- A integração numa comunidade académica internacionalizada e interdisciplinar que promove a mobilidade através de programas em rede;
- Acesso a amplos recursos bibliográficos e verbas para desenvolver missões de investigação em Portugal e no estrangeiro.

Os estudantes receberão formação para elaborar uma dissertação doutoral e desenvolver uma carreira académica. Para isso serão expostos, através dos seminários e da participação em redes internacionais, à investigação de ponta em ciência política e nas áreas afins das ciências sociais. Ao longo do curso, os estudantes serão acompanhados na pesquisa e apresentarão os seus trabalhos periodicamente, dando espaço à formação das competências individuais de elaboração de trabalhos escritos e de apresentação de resultados.

O Doutoramento em Política Comparada tem uma duração de oito semestres a que correspondem 240 ECTS. 
No primeiro ano lectivo são oferecidas unidades curriculares que integram os estudantes em seminários de investigação e de formação teórica e metodológica. No final desse ano, deverão apresentar um projecto de tese de doutoramento onde ficará definida a escolha da especialidade, seja em Política Comparada ou em Relações Internacionais. Este curso de formação doutoral deve pois ser entendido como um período propedêutico e probatório. 

Os restantes seis semestres correspondem à elaboração da dissertação (132 ECTS), acompanhada pela participação obrigatória nos Seminários de Investigação (30 ECTS) e no Seminário de Estudos Pós-Graduados (18 ECTS).
As línguas de ensino são Português e Inglês.

1º SEMESTRE
30 ECTS
UNIDADES CURRICULARES

Workshop Política Comparada I 
Regimes e Partidos
Parlamentos e Governos
Comunicação Política
5 ECTS
Workshop Relações Internacionais I
Segurança Internacional
Integração Regional
Política Externa
5 ECTS
Metodologia 5 ECTS
Projeto de Investigação 5 ECTS
Seminário de Investigação
Atitudes e Comportamentos Sociopolíticos
Regimes e Instituições
5 ECTS
Seminário de Estudos Pós Graduados 5 ECTS

2º SEMESTRE
30 ECTS
UNIDADES CURRICULARES

Workshop Política Comparada II
Métodos Quantitativos
Métodos Qualitativos
5 ECTS
Workshop Relações Internacionais II
Métodos Quantitativos
Métodos Qualitativos
5 ECTS
Projeto de Investigação 10 ECTS
Seminário de Investigação
Atitudes e Comportamentos Sociopolíticos
Regimes e Instituições
5 ECTS
Seminário de Estudos Pós-Graduados 5 ECTS

3º a 8º SEMESTRE
180 ECTS
UNIDADES CURRICULARES

Disserta&ocedil;es I - VI 132 ECTS
Seminário de Investigação III - VIII
Atitudes e Comportamentos Sociopolíticos
Regimes e Instituições
30 ECTS
Seminário de Estudos Pós-Graduados III - VIII 18 ECTS

Admissão

Período de candidaturas para o ano letivo 2018/2019:

1ª fase - 5 de Março a 15 de Maio de 2018

2ª fase - 30 de Maio a 30 de Junho de 2018

3ª fase - 16 de Julho a 14 de Setembro de 2018

Critérios de Admissão

a) Certidões de licenciatura, mestrado e outras habilitações académicas, incluindo histórico escolar com menção das classificações obtidas;

b) Cópia da dissertação de mestrado (preferencialmente em formato eletrónico) e, se for o caso, cópias da dissertação de licenciatura e de trabalhos publicados;

c) Curriculum vitae detalhado;

d) Projeto de investigação, contendo:
- Título;
- Ramo de conhecimento/Especialidade;
- Sumário (150 palavras);
- Estado da Arte (500 palavras);
- Objectivos (300 palavras);
- Descrição detalhada (1000 palavras);
- Ref. Bibliográficas (20 obras);

e) 2 cartas de recomendação;

f) Carta de intenções, expondo as razões que levaram o candidato à escolha do doutoramento em Política Comparada do ICS;

g) comprovativo do pagamento do emolumento (não reembolsável).

Coordenador