Design para a Sustentabilidade

Design para a Sustentabilidade

Local: 
Instituto de Ciências Sociais | Faculdade de Belas-Artes | Faculdade de Ciências | Instituto Superior de Economia e Gestão

Objetivos

O curso de Mestrado em Design para a Sustentabilidade tem como objetivos gerais:

Facultar formação pós-graduada em design, no contexto do desenvolvimento sustentável, entendido na transversalidade do enquadramento disciplinar das ciências do ambiente, sociais e económicas.

Promover a reflexão e o debate das questões específicas da sustentabilidade que permitem conceber, desenvolver e implementar projectos à escala local, regional e global, no âmbito dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável definidos pelas Nações Unidas em 2015.

Desenvolver projetos de design em contexto real e em colaboração com entidades públicas e privadas, no âmbito da sustentabilidade ambiental, social e económica.

 

Plano de Estudos

Consulte aqui o Plano de Estudos (pdf).

Organização do ciclo de estudos

O grau de mestre em Design para a Sustentabilidade é conferido aos que tiverem obtido 120 ECTS.

Todas as aulas são lecionadas em português. Como tal, recomenda-se um domínio independente da língua portuguesa (no mínimo, nível B1, de acordo com o Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas).

Informação legal
Ciclo de estudos acreditado por 6 anos pela Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) em 23 de julho de 2019.
Registado pela Direção-Geral do Ensino Superior com o n.º R/A-Cr 68/2019. Estrutura curricular e plano de estudos aguardam publicação em Diário da República.

Horários

Consulte aqui o horário atualmente em vigor para o ciclo de estudos.

Requisitos

Quem se pode candidatar

São admitidos como candidatos à inscrição no Mestrado em Design para a Sustentabilidade:

Os titulares de grau de licenciado ou equivalente legal;

Os titulares de grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente a este Processo;

Os titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pela Comissão de Estudos Pós-Graduados;

Os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para realização desde ciclo de estudos pela Comissão de Estudos Pós-Graduados da Faculdade de Belas-Artes.

Candidatura de estudantes finalistas
São ainda admitidas candidaturas de estudantes que se encontrem em fase de conclusão de licenciatura, nas áreas acima indicadas, num estabelecimento de ensino superior português.
Em caso de admissão no Mestrado, a mesma fica condicionada à apresentação de documento comprovativo da obtenção do grau académico, obrigatoriamente até ao termo do prazo fixado para o efeito.
Informações mais detalhadas sobre as condições de candidatura e de admissão de estudantes em fase de conclusão de licenciatura devem ser consultadas na área relativa ao processo de candidatura a ingresso.

COMO APRESENTAR A CANDIDATURA

A apresentação da candidatura é efetuada exclusivamente on-line, através da plataforma Fenix. Todas as informações relativas ao processo de candidatura (datas, vagas, documentos necessários e forma de submissão da candidatura) podem ser consultadas aqui.
Pela apresentação da candidatura é devida uma taxa de candidatura, não reembolsável.

Mais informações aqui

Inscrições

PROPINAS

Consulte aqui a propina atualmente fixada para a frequência do curso.

O valor da propina para os estudantes em regime geral a tempo integral é fixado anualmente pelo Conselho Geral da Universidade de Lisboa, que pode, ao abrigo do Estatuto do Estudante Internacional, fixar valores diferenciados para os estudantes internacionais.

As propinas podem ser pagas em prestações, a definir pelo Conselho de Gestão da Faculdade de Belas-Artes.

Admissão

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO E DE SERIAÇÃO

Na seleção dos candidatos será efetuada uma avaliação global do seu percurso, sujeita a uma classificação na escala numérica de 0 a 20 valores, em que serão considerados os seguintes critérios:

Classificação do grau académico de que são titulares, sendo que no caso de graus académicos obtidos em estabelecimentos de ensino superior estrangeiros, a classificação será a resultante da conversão proporcional da classificação obtida para a escala de classificação portuguesa, quando o estabelecimento de ensino superior estrangeiro adote uma escala diferente desta;

Apreciação do currículo académico, científico, técnico e artístico;

Experiência profissional relevante na área do ciclo de estudos.

Os candidatos serão seriados de acordo com a pontuação obtida na avaliação, resultante da média aritmética simples das classificações atribuídas a cada um dos critérios de seleção, sendo considerados excluídos do procedimento de seleção os candidatos que obtenham nota inferior a 9,5 valores.

Poderá ser efetuada uma entrevista de seleção aos candidatos, se o coordenador do curso entender necessário, passando nesse caso a mesma a integrar os critérios de avaliação acima indicados, sendo excluídos do procedimento de seleção os candidatos que não compareçam à entrevista.

Coordenador 
Coordenador Externo 
Ana Thudichum Vasconcelos
Faculdade de Belas-Artes