EUROPEAN SOCIAL SURVEY 5

EUROPEAN SOCIAL SURVEY 5

O European Social Survey é um projecto de investigação bienal, concebido para mapear e explicar a interacção entre a mudança das instituições europeias e as atitudes, crenças e comportamentos das populações europeias numa perspectiva comparativa e longitudinal.

A execução deste projecto é assegurada por um consórcio entre o Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e o Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE-IUL).   Jorge Vala   é o Coordenador Nacional.

Para mais informações consultar http://www.atitudessociais.org/

A nível central o ESS é financiado pela Fundação Europeia de Ciência e pela Comissão Europeia. Em Portugal o projecto tem sido financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia e pelo próprio ICS-UL

O questionário é aplicado amostras representativas e probabilísticas das populações dos países participantes. O universo é constituído pelos residentes, com 15 ou mais anos, independentemente da sua nacionalidade ou situação legal. O questionário é constituído por um módulo fixo e dois ou três módulos rotativos. O módulo fixo pretende medir continuidades e mudanças nos seguintes domínios:

- Utilização dos media

- Participação e atitudes socio-políticas

- Confiança institucional e interpessoal

- Bem-estar, saúde e segurança

- Valores sociais

- Caracterização sociodemográfica

Os módulos rotativos dos estudos anteriores foram os seguintes:

ESS1 Imigração; Cidadania.

ESS2 Família e Trabalho; Saúde e Prestação Cuidados; Moralidade Económica.

ESS3 Bem-estar Pessoal e Social; Organização do Percurso de Vida.

ESS4 Atitudes perante o Estado-Providência; Discriminação com base na idade (idadismo).

ESS5 Trabalho, Família e bem-estar; Confiança na justiça criminal

Os dados produzidos no âmbito deste projecto estão acessíveis através dos seguintes endereços http://www.atitudessociais.org/; http://ess.nsd.uib.no/ Presentemente procede-se à análise dos dados do ESS4 e à preparação da recolha de entrevistas do ESS5

Os dados do ESS deram origem às seguintes publicações por parte dos membros da equipa de investigação

Cabral, M. V. (2007), "Class effects and societal effects: Elite and working class attitudes towards political citizenship in European comparative perspective",  Portuguese Journal of Social Science, 5 (3): 159-178.

Caldas, J., Pereira, C., Costa, A. (2009). Economia e Moralidade. In Sousa, Luís de (Eds.), Ética, Estado e Economia - Atitudes e Práticas dos Europeus (pp. 67-92). Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais.

Pereira, C., Vala, J. e Costa-Lopes, R. (in press), From prejudice to discrimination: the legitimizing role of perceived threat in discrimination against immigrants. European Journal of Social Psychology

Ramos, A., Vala, J., Pereira, Cícero (2008). Oposição a Políticas Anti-Racistas na Europa: Factores Individuais e Sócio-Estruturais. In Villaverde, Manuel, Wall, Karin, Aboim, Sofia e Silva, Filipe Carreira da (Eds.), Itinerários: A Investigação nos 25 Anos do ICS (pp. 257-281). Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais

Ramos, A. (2006) Dinâmicas dos valores sociais e desenvolvimento socioeconómico. In Contextos e Atitudes Sociais na Europa. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais. pp183-220

Ramos, A. (2006) Social values dynamics and socio-economic development. Portuguese Journal of Social Science, 5(1): 5-33.

Ramos, A. Pereira, C., Brites, R. (2006) O método comparativo no estudo dos valores e atitudes. In Contextos e Atitudes Sociais na Europa. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais. pp379-408

Ramos, A., Vala, J., Pereira, C. (in press) Racial prejudice and opposition to anti-racist policies in Europe: individual and contextual predictors In M. Torcal & E. Martinez-Herrera Immigration, Politics and Public Opinion in Europe.

Ramos, A.,Vala, J. (2009). Predicting Opposition towards Immigration: Economic Resources, Social Resources and Moral Principles.In A.Gari & K. Mylonas (Eds.) Quod Erat Demonstrandum: From Herodotus' Ethnographic Journeys to Cross-Cultural Research. Athens: Pedio Books Publishing.

Torres, A., Brites, R., (2006) Atitudes e valores dos europeus: a perspectiva do género numa análise transversal. In Contextos e Atitudes Sociais na Europa. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais. pp325-378

Torres, A., Mendes, R., Lapa, T. (2006) Famílias na Europa. In Contextos e Atitudes Sociais na Europa. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais. pp97-146

Torres, A., Mendes, R., Lapa, T. (2007) Families in Europe. Portuguese Journal of Social Science, 6(2): 97-133.

Vala, J. & Torres, A. (Orgs.), (2006). Contextos e Atitudes Sociais na Europa. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais.

Vala, J., Pereira, C., Ramos, A. (2006) Preconceito racial, percepção de ameaça e oposição à imigração. In Contextos e Atitudes Sociais na Europa. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais. pp221-247.

Vala, J., Pereira, C., Ramos, A. (2006). Racial prejudice, threat perception and opposition to immigration: a comparative analysis. Portuguese Journal of Social Science, 5(2): 119-140.

Estatuto: 
Entidade proponente
Financiado: 
Não
Entidades: 
Fundação para a Ciência e Tecnologia
Rede: 
EUROPEAN SOCIAL SURVEY
Keywords: 

Valores; Atitudes Sociais; Estudos Transnacionais; Mudança Social

O European Social Survey é um projecto de investigação bienal, concebido para mapear e explicar a interacção entre a mudança das instituições europeias e as atitudes, crenças e comportamentos das populações europeias numa perspectiva comparativa e longitudinal.

A execução deste projecto é assegurada por um consórcio entre o Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e o Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE-IUL).   Jorge Vala   é o Coordenador Nacional.

Para mais informações consultar http://www.atitudessociais.org/

A nível central o ESS é financiado pela Fundação Europeia de Ciência e pela Comissão Europeia. Em Portugal o projecto tem sido financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia e pelo próprio ICS-UL

O questionário é aplicado amostras representativas e probabilísticas das populações dos países participantes. O universo é constituído pelos residentes, com 15 ou mais anos, independentemente da sua nacionalidade ou situação legal. O questionário é constituído por um módulo fixo e dois ou três módulos rotativos. O módulo fixo pretende medir continuidades e mudanças nos seguintes domínios:

- Utilização dos media

- Participação e atitudes socio-políticas

- Confiança institucional e interpessoal

- Bem-estar, saúde e segurança

- Valores sociais

- Caracterização sociodemográfica

Os módulos rotativos dos estudos anteriores foram os seguintes:

ESS1 Imigração; Cidadania.

ESS2 Família e Trabalho; Saúde e Prestação Cuidados; Moralidade Económica.

ESS3 Bem-estar Pessoal e Social; Organização do Percurso de Vida.

ESS4 Atitudes perante o Estado-Providência; Discriminação com base na idade (idadismo).

ESS5 Trabalho, Família e bem-estar; Confiança na justiça criminal

Os dados produzidos no âmbito deste projecto estão acessíveis através dos seguintes endereços http://www.atitudessociais.org/; http://ess.nsd.uib.no/ Presentemente procede-se à análise dos dados do ESS4 e à preparação da recolha de entrevistas do ESS5

Os dados do ESS deram origem às seguintes publicações por parte dos membros da equipa de investigação

Cabral, M. V. (2007), "Class effects and societal effects: Elite and working class attitudes towards political citizenship in European comparative perspective",  Portuguese Journal of Social Science, 5 (3): 159-178.

Caldas, J., Pereira, C., Costa, A. (2009). Economia e Moralidade. In Sousa, Luís de (Eds.), Ética, Estado e Economia - Atitudes e Práticas dos Europeus (pp. 67-92). Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais.

Pereira, C., Vala, J. e Costa-Lopes, R. (in press), From prejudice to discrimination: the legitimizing role of perceived threat in discrimination against immigrants. European Journal of Social Psychology

Ramos, A., Vala, J., Pereira, Cícero (2008). Oposição a Políticas Anti-Racistas na Europa: Factores Individuais e Sócio-Estruturais. In Villaverde, Manuel, Wall, Karin, Aboim, Sofia e Silva, Filipe Carreira da (Eds.), Itinerários: A Investigação nos 25 Anos do ICS (pp. 257-281). Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais

Ramos, A. (2006) Dinâmicas dos valores sociais e desenvolvimento socioeconómico. In Contextos e Atitudes Sociais na Europa. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais. pp183-220

Ramos, A. (2006) Social values dynamics and socio-economic development. Portuguese Journal of Social Science, 5(1): 5-33.

Ramos, A. Pereira, C., Brites, R. (2006) O método comparativo no estudo dos valores e atitudes. In Contextos e Atitudes Sociais na Europa. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais. pp379-408

Ramos, A., Vala, J., Pereira, C. (in press) Racial prejudice and opposition to anti-racist policies in Europe: individual and contextual predictors In M. Torcal & E. Martinez-Herrera Immigration, Politics and Public Opinion in Europe.

Ramos, A.,Vala, J. (2009). Predicting Opposition towards Immigration: Economic Resources, Social Resources and Moral Principles.In A.Gari & K. Mylonas (Eds.) Quod Erat Demonstrandum: From Herodotus' Ethnographic Journeys to Cross-Cultural Research. Athens: Pedio Books Publishing.

Torres, A., Brites, R., (2006) Atitudes e valores dos europeus: a perspectiva do género numa análise transversal. In Contextos e Atitudes Sociais na Europa. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais. pp325-378

Torres, A., Mendes, R., Lapa, T. (2006) Famílias na Europa. In Contextos e Atitudes Sociais na Europa. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais. pp97-146

Torres, A., Mendes, R., Lapa, T. (2007) Families in Europe. Portuguese Journal of Social Science, 6(2): 97-133.

Vala, J. & Torres, A. (Orgs.), (2006). Contextos e Atitudes Sociais na Europa. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais.

Vala, J., Pereira, C., Ramos, A. (2006) Preconceito racial, percepção de ameaça e oposição à imigração. In Contextos e Atitudes Sociais na Europa. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais. pp221-247.

Vala, J., Pereira, C., Ramos, A. (2006). Racial prejudice, threat perception and opposition to immigration: a comparative analysis. Portuguese Journal of Social Science, 5(2): 119-140.

Objectivos: 
<p>Os módulos rotativos do ESS 5 têm os seguintes objectivos específicos: </p><p>- Estudo das Atitudes perante o Trabalho, Família e Bem-estar: implicações da <em>recessão</em> económica. </p><p>Este módulo corresponde à replicação do módulo aplicado em 2004, pretendendo-se comparar as atitudes dos europeus face a estes domínios em contextos sócio-económicos distintos (devido à actual <em>recessão</em> económica).</p><p>- Estudo da Confiança na Justiça Criminal: estudo comparativo europeu. </p><p>Analisam-se os impactos da percepção de justiça das decisões da polícia e dos tribunais na legitimação destas autoridades e nas dinâmicas da confiança e da cooperação face à justiça criminal.</p>
Parceria: 
Rede Internacional
Anália Torres
João Ferreira de Almeida
Coordenador 
Data Inicio: 
01/10/2009
Data Fim: 
01/10/2011
Duração: 
24 meses
Concluído