Estudos socio-económicos da fusão

Estudos socio-económicos da fusão

Um programa de investigação de fusão bem-sucedido deve levar a uma fonte de energia que seja economicamente viável e socialmente aceitável. Como o Programa EUROFUSION está a dar os primeiros passos no sentido da comercialização da energia de fusão com a experiência do ITER, as implicações sociais e económicas adquirem maior importância.

A parte social dos estudos concentra-se em analisar a opinião pública sobre fusão, recolhendo conhecimento sociológico relevante relacionado com a aceitabilidade da fusão como um contributo para um sistema energético futuro sustentável e clarificando maneiras de contribuir para uma governança adequada do esforço de fusão.

O trabalho sobre atitudes públicas tem como objetivo investigar várias dimensões psicossociais, como conhecimento da fusão, atitudes em relação à localização de instalações, local e identidade, percepção de risco, base para entendimento por diferentes grupos sociais ou raciocínio leigo sobre novas informações em vários contextos. As actividades em curso nos Estudos Sociais nesta área incluem a concepção e implementação de uma secção dedicada às atitudes do público em relação à energia de fusão incluída no barómetro belga SCK • CEN. Este último fornece uma análise aprofundada e serve como um estudo piloto na preparação de um inquérito de grande escala multinacional. O inquérito abordará várias dimensões das atitudes do público, como conhecimento / familiaridade; percepção de riscos e benefícios / atitude geral.

O envolvimento das partes interessadas descreve o processo pelo qual uma organização envolve pessoas que podem ser afetadas pelas decisões tomadas ou podem influenciar a implementação das suas decisões. Os stakeholders podem apoiar ou opor-se às decisões tomadas por uma organização, ser afetados por essas decisões a longo prazo, influenciar a organização ou a comunidade em que opera, ou podem ocupar cargos relevantes na indústria ou no governo (Weston et al. ., 2014). As actividades de investigação em curso nesta área incluem o trabalho realizado para melhorar a estratégia de comunicação da Eurofusion (Grupo SES-COMMs). Esta opção de envolvimento visa melhorar as principais ferramentas desenvolvidas pela EUROfusion para comunicar com o público em geral: Fusion Expo, Página Web da EUROfusion, outros materiais informativos. Uma estratégia piloto multi-método (ou método misto) é desenvolvida para recolher informação de transmissores e receptores das estratégias de comunicação, e usar essa informação para aumentar a eficácia da comunicação. Outro objectivo específico é a concepção e implementação (preliminar) de um diálogo (sob a forma de um grupo de reflexão a nível da UE) entre investigadores sociais, modeladores e representantes da sociedade civil (“utilizadores” das histórias) com o objectivo de explorar o papel potencial dos enredos do cenário qualitativo para o poder de fusão.

A pesquisa sobre conteúdos de media e enquadramento de media apontou para a possibilidade de que os media possam mudar a mensagem original em tópicos relevantes e frequentemente controversos, como desenvolvimentos de tecnologias de energia, intensificando, enfraquecendo e / ou filtrando as informações. Como tal, os meios de comunicação não são apenas intermediários neutros de informação: eles modificam as informações no processo e isso pode influenciar os destinatários de suas mensagens.

A pesquisa social empírica sobre análise de media relacionada à fusão tem tido por objetivos:

  • Obter mais conhecimento sobre a compreensão pública das tecnologias de fusão, estudando os quadros de media dessas tecnologias nucleares tanto em meios de comunicação clássicos, como jornais em países selecionados e redes sociais.
  • Desenvolver "ferramentas de comunicação" que sejam de uso prático, a fim de contribuir para a qualidade do debate público sobre as tecnologias de fusão nuclear.

 

Estatuto: 
Entidade participante
Financiado: 
Sim
Entidades: 
EFDA. European Fusion Development Agreement
Rede: 
Financiado pelo Euratom research and training programme 2014-2018 e 2019-2020 (Grant Agreement No 633053). Parceria com IST em Portugal, com CIEMAT-CISOT (Espanha), SCK-CEN (Bélgica), ENEA-RFX (Itália), IPP (Alemanha) e University of Surrey (Reino Unido)
Keywords: 

Fusão nuclear, Media, Atitudes, Comunicação de ciência

Um programa de investigação de fusão bem-sucedido deve levar a uma fonte de energia que seja economicamente viável e socialmente aceitável. Como o Programa EUROFUSION está a dar os primeiros passos no sentido da comercialização da energia de fusão com a experiência do ITER, as implicações sociais e económicas adquirem maior importância.

A parte social dos estudos concentra-se em analisar a opinião pública sobre fusão, recolhendo conhecimento sociológico relevante relacionado com a aceitabilidade da fusão como um contributo para um sistema energético futuro sustentável e clarificando maneiras de contribuir para uma governança adequada do esforço de fusão.

O trabalho sobre atitudes públicas tem como objetivo investigar várias dimensões psicossociais, como conhecimento da fusão, atitudes em relação à localização de instalações, local e identidade, percepção de risco, base para entendimento por diferentes grupos sociais ou raciocínio leigo sobre novas informações em vários contextos. As actividades em curso nos Estudos Sociais nesta área incluem a concepção e implementação de uma secção dedicada às atitudes do público em relação à energia de fusão incluída no barómetro belga SCK • CEN. Este último fornece uma análise aprofundada e serve como um estudo piloto na preparação de um inquérito de grande escala multinacional. O inquérito abordará várias dimensões das atitudes do público, como conhecimento / familiaridade; percepção de riscos e benefícios / atitude geral.

O envolvimento das partes interessadas descreve o processo pelo qual uma organização envolve pessoas que podem ser afetadas pelas decisões tomadas ou podem influenciar a implementação das suas decisões. Os stakeholders podem apoiar ou opor-se às decisões tomadas por uma organização, ser afetados por essas decisões a longo prazo, influenciar a organização ou a comunidade em que opera, ou podem ocupar cargos relevantes na indústria ou no governo (Weston et al. ., 2014). As actividades de investigação em curso nesta área incluem o trabalho realizado para melhorar a estratégia de comunicação da Eurofusion (Grupo SES-COMMs). Esta opção de envolvimento visa melhorar as principais ferramentas desenvolvidas pela EUROfusion para comunicar com o público em geral: Fusion Expo, Página Web da EUROfusion, outros materiais informativos. Uma estratégia piloto multi-método (ou método misto) é desenvolvida para recolher informação de transmissores e receptores das estratégias de comunicação, e usar essa informação para aumentar a eficácia da comunicação. Outro objectivo específico é a concepção e implementação (preliminar) de um diálogo (sob a forma de um grupo de reflexão a nível da UE) entre investigadores sociais, modeladores e representantes da sociedade civil (“utilizadores” das histórias) com o objectivo de explorar o papel potencial dos enredos do cenário qualitativo para o poder de fusão.

A pesquisa sobre conteúdos de media e enquadramento de media apontou para a possibilidade de que os media possam mudar a mensagem original em tópicos relevantes e frequentemente controversos, como desenvolvimentos de tecnologias de energia, intensificando, enfraquecendo e / ou filtrando as informações. Como tal, os meios de comunicação não são apenas intermediários neutros de informação: eles modificam as informações no processo e isso pode influenciar os destinatários de suas mensagens.

A pesquisa social empírica sobre análise de media relacionada à fusão tem tido por objetivos:

  • Obter mais conhecimento sobre a compreensão pública das tecnologias de fusão, estudando os quadros de media dessas tecnologias nucleares tanto em meios de comunicação clássicos, como jornais em países selecionados e redes sociais.
  • Desenvolver "ferramentas de comunicação" que sejam de uso prático, a fim de contribuir para a qualidade do debate público sobre as tecnologias de fusão nuclear.

 

Objectivos: 
.
Parceria: 
Rede Internacional

SES-Fusion

Coordenador 
Data Inicio: 
01/04/2012
Data Fim: 
31/12/2020
Em curso