Filosofia da Ciência

Filosofia da Ciência

O Programa de Doutoramento FCT em Filosofia da Ciência, Tecnologia, Arte e Sociedade é uma iniciativa interdisciplinar que tem como eixo o estudo e a investigação do mundo científico, tecnológico e artístico na sua interacção com os processos sociais. Cruza ramos do saber como a reflexão filosófica da ciência, a sociologia do conhecimento, da ciência e da tecnologia, a pesquisa bioética e os estudos artísticos. O programa reúne uma ampla parceria de universidades e faculdades: da Universidade de Lisboa, o Centro de Filosofia das Ciências, o Instituto de Ciências Sociais, o Instituto Superior Técnico, Instituto de Sistemas e Robótica, e as Faculdades de Ciências, de Belas-Artes, de Direito, de Letras e de Medicina; do Instituto Politécnico de Lisboa, a Escola Superior de Música; a Universidade de Aveiro; e da Universidade de Sevilha, o Grupo de Lógica, Linguagem e Informação.

Concurso para a atribuição de 2 bolsas nacionais e 3 bolsas mistas no âmbito do Programa de Doutoramento em Filosofia da Ciência, Tecnologia, Arte e Sociedade.

O Programa de Doutoramento tem início no ano lectivo 2014-2015 e conta com a participação de um corpo docente reconhecido nas áreas da Filosofia, da Sociologia, do Direito, da Medicina, das Ciências e das Artes. O principal objectivo é a formação ao mais elevado nível académico de estudiosos e investigadores diversificados abrangendo profissionais das áreas referidas. A estrutura curricular compreende cinco domínios de especialização: Lógica e Filosofia da Ciência; Filosofia da Tecnologia; Ciência e Sociedade; Arte e Ciência; Bioética. Este plano curricular garante aquisição de conhecimentos nas áreas de especialidade. Ao longo do mesmo, os doutorandos serão acompanhados na sua investigação.

Prazo de candidaturas: 30 de março a 15 de maio de 2019. 

Requisitos

1. Habilitações académicas:
- Ser titular do grau de mestre (ou equivalente legal) com uma classificação igual ou superior a dezasseis valores na área ou em área afim das que constam do Programa de Doutoramento; e,
- Ser detentor de um currículo científico, artístico e/ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pela Comissão Diretiva do Programa de Doutoramento; ou,
- Ser titular do grau de licenciado com uma média de conclusão igual ou superior a dezasseis valores em área ou área afim daquelas que constam do Programa de Doutoramento e ser detentor de um currículo científico, artístico e/ou profissional especialmente relevante que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pela Comissão Diretiva do Programa de Doutoramento.

2. Apresentação de uma proposta de tese de doutoramento em uma das áreas de especialidade do Programa de Doutoramento (Lógica e Filosofia da Ciência, Filosofia da Tecnologia, Ciência e Sociedade, Bioética ou Ciência e Arte).

3. Apresentação de uma declaração de aceitação preliminar de orientação da proposta de tese de doutoramento do candidato por parte de, pelo menos, um membro do corpo docente do Programa de outoramento, que assumirá as funções de tutor/mentor do candidato durante o curso de doutoramento, caso seja selecionado; no caso de o candidato não apresentar a declaração referida, a Comissão Científica sugere ao candidato, uma vez admitido ao programa e após auscultação do mesmo, um tutor/mentor.

Inscrições

CANDIDATURAS - BOLSAS NACIONAIS E MISTAS 

PERÍODO DE APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS 
O concurso está aberto entre 30 de março e 15 de maio de 2019.

As candidaturas individuais devem ser submetidas por e-mail para bolsas2017.pdfctas@gmail.com e devem incluir obrigatoriamente os seguintes documentos: 

1. Carta de motivação;
2. Certificado de habilitações digitalizado a partir do original ou de cópia autenticada. O documento original ou cópia autenticada deverá ser enviado por correio registado e com aviso de receção para: 

Programa de Doutoramento em Filosofia da Ciência, Tecnologia, Arte e Sociedade
Centro de Filosofia das Ciências da Universidade de Lisboa Campo Grande C4.3.24,
1749-016 Lisboa,
Portugal

3. Curriculum vitae completo e detalhado;
4. Proposta de tese de doutoramento estruturada em Título, Sumário, Estado da Arte, Objetivos, Descrição detalhada do programa de trabalhos e Referências bibliográficas;
5. Declaração de aceitação preliminar de orientação da tese de doutoramento proposta, por parte de um membro do corpo docente do PD-FCTAS, que assumirá as funções de Tutor/Mentor do candidato durante o Curso de Doutoramento, caso ele seja selecionado; no caso de o candidato não apresentar a declaração referida, a Comissão Científica sugerirá ao candidato, uma vez admitido ao Programa e pós auscultação do mesmo, um Tutor/Mentor;
6. Esclarecimento da situação profissional durante o período da bolsa (será bastante declaração sob compromisso de honra, explicativa de tal situação profissional);
7. Fotocópia do documento de identificação (Bilhete de identidade, Cartão do Cidadão ou Passaporte) e do NIF (Número de Identificação Fiscal);
8. Certificado de residência permanente, autorização de residência permanente ou estatuto de residente de longa duração, se aplicável;
9. Duas cartas de recomendação remetidas diretamente para a Comissão Diretiva do Programa de Doutoramento (ver morada supra, no ponto 2.);
10. Indicação do tipo de bolsa a que se candidata (nacional ou mista).

Admissão

As candidaturas ao Programa de Doutoramento em Filosofia da Ciência, Tecnologia, Arte e Sociedade em Regime Normal (sem bolsa) estão abertas em permanência. O Júri que decide sobre a admissão dos candidatos reúne-se duas vezes por ano: nos dias 15 de Janeiro e 15 de Setembro.

Quem pode candidatar-se?

a) Os titulares de grau de mestre ou equivalente legal na área ou área afim das que constam do ciclo de estudos, detentores de um currículo científico, artístico e/ou profissional que seja reconhecido como atestando a capacidade científica para a realização deste ciclo de estudos pela Comissão Directiva do Programa de Doutoramento;
b) Os titulares de grau de licenciado ou equivalente legal na área ou área afim das que constam do Programa de Doutoramento, detentores de um currículo científico, artístico e/ou profissional especialmente relevante que seja reconhecido como atestando a capacidade para a realização deste ciclo de estudos pela Comissão Directiva do Programa de Doutoramento;
c) A título excepcional, os detentores de um currículo científico, artístico e/ou profissional que seja reconhecido pela Comissão Directiva do Programa de Doutoramento como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos nas áreas que constam deste ciclo de estudos.

O que deve constar no processo de candidatura?

O processo de candidatura deve incluir obrigatoriamente os seguintes elementos:
a) Carta de motivação;
b) Documentos comprovativos de que o candidato reúne as condições supra referidas;
c) Currículo completo e actualizado, incluindo trabalhos publicados ou devidamente documentados;
d) Proposta de tese de doutoramento estruturada em título, sumário, estado da arte, objectivos, descrição detalhada do programa de trabalhos e referências bibliográficas;
e) Declaração de aceitação de orientação da tese de doutoramento proposta pelo candidato por parte de, pelo menos, um membro do corpo docente do Programa de Doutoramento;
f)  Indicação da especialidade em que o doutoramento será realizado.

Onde devem ser apresentadas as candidaturas?

As candidaturas devem ser apresentadas na Secretaria da Faculdade de Ciências.

Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa
Campo Grande, C4.3.24
1749-016 Lisboa
Portugal