Ciência, Poder, Acção

Ciência, Poder, Acção
As Respostas à SIDA
Autor(es): 
Categoria: 
ISBN: 
978-972-671-088-2
Idioma: 
Português
Data de publicação: 
2002/Jul
Dimensão: 
23x15
Nº Páginas: 
258
Coleção: 
Colecção Geral
Formato: 
Capa Mole
16,81 €15,13 €

«Uma abordagem inovadora das relações entre modelos culturais e produção científica; o projecto, bem sucedido, de decifrar a marca dos grandes desequilíbrios da ordem económico-política mundial tanto na definição das políticas de saúde como na existência quotidiana dos doentes, dos investigadores, dos activistas sociais.» Jean-Yves Durand

«Partindo de uma panorâmica sobre o conhecimento biomédico e o comentário social relativo à SIDA, o livro analisa o movimento social gerado pela inexistência de respostas médicas eficazes contra a crise, prosseguindo na narrativa da crescente consciência das dimensões globais da epidemia e dos esforços das organizações internacionais para desencadear respostas eficientes e fixando-se, finalmente, num terreno de investigação [o Brasil] que permite avaliar as contradições e assimetrias do mundo contemporâneo.» J. M. Howe
 

 

 

Prefácio i
Introdução p.1
Capítulo 1 - A Pesquisa médica, a SIDA e as clivagens da ordem mundial p.9
Capítulo 2 - A Política da produção do conhecimento: o activismo de sida como novo movimento social p.39
Capítulo 3 - Patrocinando a acção global: o papel da OMS p.75
Capítulo 4 - Acção local: respostas à SIDA no Brasil p.103
Capítulo 5 - SIDA, Clínica e ciênca no hospital universitário p.145
Capítulo 6 - Metáforas de guerra em bacteriologia e imunologia: em busca de um novo paradigma p.181
Capítulo 7 - Conclusões p.207
Referências Bibliográficas p.219
Índice temático p.251
Agradecimentos p.257

 

Cristiana Bastos  (PhD CUNY 1996) é antropóloga e o seu trabalho intersecta as disciplinas de antropologia, história e estudos sociais de ciência, tecnologia e medicina. É investigadora do quadro do Instituto de Ciências Sociais, onde coordena o Grupo de Investigação Identidades, Culturas, Vulnerabilidades. Em projectos anteriores investigou dinâmicas de população, mobilidades transnacionais, biopolíticas coloniais, medicina e império, história social da saúde e bem-estar, com pesquisa de campo e arquivo em Portugal, Brasil, Estados Unidos, India e Moçambique. Actualmente coordena o projectoThe Colour of Labour(ERC AdG 695573),onde está directamente envolvida nas linhas de pesquisa sobre a Guiana, Hawaii, Nova Inglaterra e Angola.