Evolução Recente da Economia Portuguesa 1945-1985

Evolução Recente da Economia Portuguesa 1945-1985
Estudos inéditos organizados por Jorge Braga de Macedo, José Luís Cardoso, Maria Eugénia Mata
Autor(es): 
ISBN: 
978-972-671-450-7
Idioma: 
Português
Data de publicação: 
2017/Dec
Dimensão: 
23x15
Nº Páginas: 
211
Coleção: 
Colecção Geral
Formato: 
Capa Mole
16,00 €14,40 €

A obra que aqui se publica permite compreender os ritmos e os dilemas da evolução económica em Portugal ao longo da segunda metade do século passado. Integra um conjunto de capítulos, quase todos inéditos, sobre a evolução da economia portuguesa até estar aberto o caminho para o escudo fazer parte da moeda única europeia desde a sua criação. Numa linguagem acessível a um público alargado – mas sem prescindir do rigor próprio de quem dedicou grande parte da sua carreira à vida universitária e ao ensino da análise económica – Alfredo de Sousa revela nestes textos as suas qualidades de economista arguto e de político empenhado em acompanhar os grandes temas que, afinal, continuam a ser considerados por quem se interessa em melhor compreender os problemas económicos e financeiros do tempo presente.

 

 

Nota de apresentação

Jorge Braga de Macedo, José Luís Cardoso e Maria Eugénia Mata

p. 9
Parte I: Evolução recente da economia portiguesa, o período 1950-1970  
1. Os anos 60 na nossa economia p. 15
2. Teorias e políticas económicas p. 25
3. Reforma fiscal p. 37
4. A emigração nos anos 60 p. 45
5. A guerra colonial p. 51
6. Políticas monetária e orçamental (1968-1974) p. 55
Parte II: Evolução recente da economia portuguesa, o período após 1974  
7. Políticas monetária e orçamental: a viragem 1973-1974 p. 67
8. Revolução e pós-revolução 1974-1978 p. 87
9. As estatizações p. 103
10. Balanço da política económica portuguesa a partir da entrada na CEE p. 115
Anexos  
1. Breve biografia p. 141
2. Alfredo de Sousa e a Análise Social p. 145
3. Alfredo de Sousa: dirigente, professor, colega p. 153

 

 

Alfredo de Sousa (1931-1994) soube perceber o anseio modernizador de militares, políticos e empresários portugueses e com esse fito revolucionou o ensino e investigação económica em Portugal, de maneira a melhorar a efetividade da política económica. Para tal promoveu economistas que estavam a par de teorias e práticas das duas costas dos EUA.