INTERNATIONAL SOCIAL SURVEY PROGRAMME - 1998 Religião

INTERNATIONAL SOCIAL SURVEY PROGRAMME - 1998 Religião

O International Social Survey Programme (ISSP) é a mais antiga e vasta rede internacional de estudos comparativos e longitudinais, envolvendo a aplicação anual de questionários comuns em mais de quatro dezenas de países. Os principais objectivos são:

- desenvolver módulos temáticos na área das ciências sociais e um extenso conjunto de varáveis sociodemográficas;

- produzir dados internacionais comparativos;

- criar um instrumento de análise longitudinal;

- disponibilizar dados à comunidade científica e ao público em geral



Portugal participa nesta rede desde 1997.



Os inquéritos ISSP são aplicados anualmente a uma amostra representativa da população residente no continente com 18 ou mais anos, independentemente da sua nacionalidade ou situação legal.



O inquérito desenvolvido em 1998 teve como principal objectivo estudar as atitudes face à religião.



O questionário é constituído por dois módulos: um módulo sociodemográfico e um módulo sobre atitudes e práticas religiosas. Para além destes dois módulos, a equipa portuguesa entendeu acrescentar dois outros módulos que tiveram aplicação apenas em Portugal: percepções sobre a situação económica e laboral do país e a cidadania democrática.



Foi editado no âmbito deste projecto o livro:



Pais, J. M., Cabral, MV, & Vala, J. (Orgs.), (2001). Religião e bioética. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais.

Estatuto: 
Proponent entity
Rede: 
International Social Survey Programme
Keywords: 

Religião

Bioética

Atitudes sociais

Estudos transnacionais

O International Social Survey Programme (ISSP) é a mais antiga e vasta rede internacional de estudos comparativos e longitudinais, envolvendo a aplicação anual de questionários comuns em mais de quatro dezenas de países. Os principais objectivos são:

- desenvolver módulos temáticos na área das ciências sociais e um extenso conjunto de varáveis sociodemográficas;

- produzir dados internacionais comparativos;

- criar um instrumento de análise longitudinal;

- disponibilizar dados à comunidade científica e ao público em geral



Portugal participa nesta rede desde 1997.



Os inquéritos ISSP são aplicados anualmente a uma amostra representativa da população residente no continente com 18 ou mais anos, independentemente da sua nacionalidade ou situação legal.



O inquérito desenvolvido em 1998 teve como principal objectivo estudar as atitudes face à religião.



O questionário é constituído por dois módulos: um módulo sociodemográfico e um módulo sobre atitudes e práticas religiosas. Para além destes dois módulos, a equipa portuguesa entendeu acrescentar dois outros módulos que tiveram aplicação apenas em Portugal: percepções sobre a situação económica e laboral do país e a cidadania democrática.



Foi editado no âmbito deste projecto o livro:



Pais, J. M., Cabral, MV, & Vala, J. (Orgs.), (2001). Religião e bioética. Lisboa: Imprensa de Ciências Sociais.

Objectivos: 
Estudar numa perspectiva comparativa as atitudes face à religião. Os principais temas abrangidos são: crenças religiosas, práticas religiosas, conhecimento da religião, experiência religiosa, pertença religiosa, representações sobre a igreja e a religião, ascendências e socializações religiosas, crendices populares, sentimentos de vida, confiança nos outros e nas instituições, trabalho voluntário, justiça social, sexualidade e vida familiar.
State of the art: 
O estudo da religiosidade mostra-se cada vez mais relevante na análise da evolução da modernidade. Aliás, os parâmetros definidores das crenças e filiações religiosas estão em mudança, traduzindo, provavelmente, uma crescente individualização e subjectivação do sentimento religioso, embora variável de acordo com os diferentes contextos e tradições. Por outro lado, as tensões entre religião e modernidade nem sempre se dão no sentido mais esperado, que seria o esbatimento das manifestações de cunho religiosos, latu sensu. A modernidade compreende também um crescente dinamismo do campo religioso.
André Freire
Helena Vilaça
Coordenador 
Start Date: 
01/09/1998
End Date: 
30/08/2001
Duração: 
36 meses
Closed