Sociologia da Vida Quotidiana

Sociologia da Vida Quotidiana
Autor(es): 
Categoria: 
ISBN: 
978-972-671-092-9
Idioma: 
Português
Data de publicação: 
2012/Jan
Nº Páginas: 
284
Formato: 
Capa Mole
18,90 €17,01 €

Este livro desenvolve uma perspectiva metodológica que toma o quotidiano como alavanca do conhecimento. Quais as melhores estratégias para alcançar um tal objectivo? Vida quotidiana e história são irreconciliáveis? De que modo as estruturas sociais se traduzem nos comportamentos quotidianos? Como capturar o sentido oculto dos detalhes da vida social?
O livro explora situações da vida quotidiana que nos levam da surpresa à problematização, da estranheza à interpretação. É uma lógica de descoberta que está em jogo e, com ela, um convite à decifração dos enigmas do social - desde as origens do fado até à decifração de ditados populares, passando pela revelação dos mundos sociais - que se podem descobrir na solidão de um quarto de hotel.

 

Introdução p.13
Parte I
Teorias e métodos
 
Capítulo 1 - Nas rotas do quotidiano p.27
Capítulo 2 - O sociólogo «ouriço» e os saberes «não alinhados» da sociologia p.37
Capítulo 3 - À descoberta dos enigmas do quotidiano  p.53
Capítulo 4 - Paradigmas sociológicos na análise da vida quotidiana p.71
Capítulo 5 - A contextualização sociológica pela via do quotidiano  p.115
Capítulo 6 - Cifrando e decifrando  p.131
Capítulo 7 - Fontes documentais em sociologia da vida quotidiana p.147
Parte II
Estudos de caso
 
Capítulo 8 - Reflexões de um sociólogo na solidão do quarto de um Meliá Confort p.167
Capítulo 9 - «De Espanha nem bom vento nem bom casamento»: sobre o enigma sociológico de um provérbio português p.193
Capítulo 10 - O enigma do «fado» e a identidade luso-afro-brasileira  p.211
Referências bibliográficas  p.239

 

José Machado Pais, Investigador Coordenador do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Foi Professor Visitante em várias universidades europeias e sul-americanas e Professor Catedrático Convidado do ISCTE/Instituto Universitário de Lisboa. Coordenou o Observatório Permanente da Juventude Portuguesa e o Observatório das Actividades Culturais. Foi consultor da União Europeia e do Conselho da Europa, tendo sido Vice-Presidente do Youth Directorate of the Council of Europe. Foi Director da revista Análise Social e da editora Imprensa de Ciências Sociais e Subdiretor do ICS-ULisboa (três mandatos). Foi também Vice-Presidente da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas de Língua Portuguesa.   Em 2003, recebeu o Prémio Gulbenkian de Ciências Sociais e, em 2012, o Prémio ERICS (Prémio Estímulo e Reconhecimento da Internacionalização em Ciências Sociais). Em 2018 foi agraciado com um doutoramento Honoris Causa, pela Universidade de Manizales (Colômbia). 

Tem dirigido vários projetos internacionais em  diferentes domínios das Ciências Sociais e publicado em revistas internacionais de referência. Publicou cerca de 40 livros – mais de 20 de autoria individual

Shopping cart

Your shopping cart is empty.