Quando a liberdade passa pelo corpo: Compreensões acerca do pensamento feminista e antifascista de Maria Teresa Horta (1971-1977)

GI Seminars
Tue . 18 Jun . 11h00 to 12h30
Sala 2 | ICS-ULisboa
Quando a liberdade passa pelo corpo: Compreensões acerca do pensamento feminista e antifascista de Maria Teresa Horta (1971-1977)
Michelle Vasconcelos Oliveira do Nascimento
Instituição: 
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; doutotanda visitante no ICS-ULisboa

Maria Teresa Horta (1937-) é um dos nomes mais importantes da literatura de autoria feminina em Portugal do século XX, conhecida principalmente pelas obras “Minha Senhora de Mim” (1971) e “Novas Cartas Portuguesas” (1972), que foram apreendidas pela censura por atentado à moral, rendendo a esta última um processo que ficou conhecido mundialmente pela defesa feminista em diversos países e por ter se tornado a primeira causa feminista internacional (1973). Entretanto, a sua produção intelectual não se restringe à Literatura, tendo atuado como jornalista durante décadas e como militante política, na luta antifascista contra o Estado Novo e no feminismo, o que lhe rendeu duras perseguições políticas. Tal produção não deve ser vista de forma isolada, mas em conjunto, com um atento olhar histórico, sociológico e político, visto que o viés político perpassou toda a sua produção, principalmente as publicações da década de 1970. Diversas foram as suas formas de se expressar e se manifestar contra o regime e a mentalidade conservadora resultante de décadas da ditadura salazarista e das diversas repressões sexuais, Contudo, é o corpo feminino que emerge, em sua produção, como o grande símbolo de luta e de liberdade, manifestando-se em temas e pautas como o direito ao prazer, à contracepção, ao aborto e à igualdade. Desta maneira. O presente, que se trata de um recorte da pesquisa de doutoramento em andamento, se propõe a apresentar e compreender a construção do pensamento feminista e antifascista de Maria Teresa Horta no período, através da discussão das fontes, da literatura produzida sobre o período e da narrativa biográfica realizada com a escritora.

Sobre a oradora;
Michelle Vasconcelos Oliveira do Nascimento é doutoranda em História na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e doutoranda-visitante no ICS-ULisboa, sob a supervisão da Dr.ª Anne Cova e com uma bolsa de Cultura Portuguesa pela Fundação Calouste Gulbenkian. Este é o segundo doutoramento da Michelle, que já possuiu Doutoramento e Mestrado em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Licenciatura em Letras (UFRN) e Bacharelado em História pela Universidade Federal do Rio Grande (FURG).

Coord.: Vítor Sérgio Ferreira