Envelhecimento em Lisboa, Portugal e Europa

Envelhecimento em Lisboa, Portugal e Europa
Uma Perspectiva Comparada
Categoria: 
ISBN: 
978-972-671-376-0
Idioma: 
Português
Data de publicação: 
2016/Jan
Dimensão: 
23x15
Nº Páginas: 
371
Coleção: 
Colecção Geral
Formato: 
Capa Mole
20,00 €18,00 €

O Instituto do Envelhecimento da Universidade de Lisboa, criado por iniciativa da Fundação Calouste Gulbenkian em 2010 e sediado no Instituto de Ciências Sociais, é o primeiro a utilizar o inquérito europeu SHARE – Survey of Health, Ageing and Retirement in Europe – com o objectivo de situar os principais indicadores estatísticos relativos à população portuguesa com 50 anos ou mais numa perspectiva europeia. Para tanto foi utilizada a 4.ª vaga do SHARE aplicada pela equipa SHARE – Portugal com financiamento do então Alto Comissariado para a Saúde. Por sua vez, a amostra nacional foi alargada por iniciativa do IE à cidade de Lisboa com o apoio da Câmara Municipal da capital. É esse estudo comparativo entre a população portuguesa sénior residente em Lisboa e a população da mesma faixa etária residente no conjunto de Portugal, assim como em três países europeus escolhidos para efeitos comparativos (Espanha, Suécia e República Checa) e, finalmente, com a média da população de 50 e mais anos no conjunto dos 16 países europeus, que é aqui apresentado hoje. Atinge-se assim o objectivo fundamental de estudar o perfil sócio-demográfico, atitudinal e comportamental da população sénior da cidade de Lisboa e do conjunto de Portugal numa perspectiva europeia para fins de investigação e de políticas públicas.

 

Resumo p.25
Introdução p.29
Parte I
Curso de vida
 
Capítulo 1 
Educação
p.37
Capítulo 2 
Estado civil 
p.41
Capítulo 3 
Família
p.45
Capítulo 4 
Trabalho e reforma 
p.67
Capítulo 5 
Rendimentos
p.105
Capítulo 6 
Habitação
p.107
Capítulo 7 
Bens
p.123
Capítulo 8 
Poupanças em investimentos a longo prazo 
p.129
Capítulo 9 
Consumo
p.135
Parte II
Redes interpessoais e actividades sociais
 
Capítulo 10 
Redes interpessoais, apoio social e transferências financeiras 
p.143
Capítulo 11 
Participação social e envelhecimento activo
p.183
Capítulo 12 
Expectativas
p.197
Parte III
Saúde
 
Capítulo 13 
Saúde física 
p.207
Capítulo 14 
Doenças e sintomas
p.215
Capítulo 15 
Mobilidade e capacidade funcional 
p.233
Capítulo 16
Saúde mental 
p.245
Capítulo 17 
Funções cognitivas 
p.259
Capítulo 18 
Comportamentos de risco 
p.273
Capítulo 19 
Cuidados de saúde
p.295
Capítulo 20 
Preditores do envelhecimento activo, do estado subjectivo de saúde e da satisfação com a vida 
p.307
Conclusões gerais  p.331
Bibliografia p.351
Anexos p.357

 

Manuel Villaverde Cabralé atualmente investigador emérito do ICS-ULisboa e foi diretor do Instituto do Envelhecimento-ULisboa até 2015. Foi diretor da Biblioteca Nacional, presidente do ICS e vice-reitor da Universidade de Lisboa.

Pedro Alcântara da Silva é Investigador Auxiliar no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Os seus actuais interesses de investigação centram-se nos domínios da Sociologia da Saúde e da Medicina, da Sociologia do Envelhecimento e da Sociologia da Comunicação e Mass Media.