Ambiente e Desenvolvimento

Ambiente e Desenvolvimento
Categoria: 
ISBN: 
978-972-671-114-8
Idioma: 
Português
Data de publicação: 
2004/Feb
Dimensão: 
15x23
Nº Páginas: 
278
Coleção: 
Atitudes Sociais dos Portugueses
Formato: 
Capa Mole
17,85 €16,06 €

O inquérito sobre as atitudes perante o ambiente que é analisado neste livro foi realizado em 2000 em 22 países. Numa perspectiva comparativa são exploradas as seguintes temáticas: comportamentos pró-ambientais e comportamentos de participação ambiental; conhecimentos científicos gerais e conhecimentos ambientais; preocupação com o ambiente, confiança em diversas fontes de informação ambiental, percepção de riscos ambientais; consumos do património histórico; atitudes face à preservação do património; práticas de cidadania cultural. Os estudos apresentados foram realizados pelos seguintes investigadores: Aida Valadas de Lima, João Guerra, Luísa Lima, Luísa Schmidt, Manuela Reis, Paula Castro e Susana Valente.

Manuel Villaverde Cabralé atualmente investigador emérito do ICS-ULisboa e foi diretor do Instituto do Envelhecimento-ULisboa até 2015. Foi diretor da Biblioteca Nacional, presidente do ICS e vice-reitor da Universidade de Lisboa.

Jorge Vala, doutorado em Psicologia Social pela Universidade de Louvain (1984), foi Professor Catedrático do ISCTE-IUL e  Investigador Coordenador no ICS da Univ. de Lisboa, instituição em que é presentemente Investigador Emérito. Tem trabalhado em Psicologia Social dos processos socio-cognitivos, nomeadamente no campo das representações sociais e ideologias, normas sociais e das identidades sociais. Os projectos de investigação que tem em curso articulam estes processos com vista ao estudo do racismo e do preconceito, das migrações, das atitudes políticas, da justiça social e da validação do conhecimento quotidiano.

Alice Ramos, socióloga, é Investigadora Auxiliar do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa.  Os seus interesses de investigação têm-se centrado no cruzamento de duas linhas de pesquisa: a) o impacto da articulação entre factores individuais (valores e atitudes) e estruturas sociais no desenvolvimento de atitudes discriminatórias, nomeadamente face aos imigrantes e refugiados, numa perspectiva multinível; b) metodologias de estudos trans-nacionais e longitudinais. Iniciou, recentemente, uma linha de pesquisa dedicada ao estudo da formação dos valores e das atitudes discriminatórias na infância e na adolescência, sendo Investigadora Principal do projecto CLAVE (O desenvolvimento dos valores humanos na infância e na adolescência), financiado pela FCT. Desde janeiro de 2018 é Coordenadora Nacional do European Social Survey-ERIC e do European Values Study.