A Política de Defesa Nacional 1919-1958

A Política de Defesa Nacional 1919-1958
Categoria: 
ISBN: 
978-972-671-260-2
Idioma: 
Português
Data de publicação: 
2010/Mar
Nº Páginas: 
317
Coleção: 
Colecção Geral
Formato: 
Capa Mole
20,50 €18,45 €

«António Paulo Duarte dá neste livro um olhar arguto sobre a evolução da política militar e de vertentes da estratégia nacional, amplamente documentado, conceptualmente enquadrado, rigoroso e exaustivo. Através desta obra podemos acompanhar a forma como o pensamento militar nacional evolui desde as concepções de ‘Guerra Total’ nos anos 20, passando pela edificação do Estado Novo, acompanhando a tentativa de erguer uma defesa credível na 2.ª guerra mundial, compreendendo os impasses gerados pela difícil adaptação à guerra fria e as respostas que a adesão à NATO lhes dá. Está de parabéns o autor por esta obra, que enriquece a historiografia e o pensamento estratégico nacional.» António José Telo
 

PDF Integral

 

Introdução p.13
Capítulo 1 - As Forças Armadas no limbo: a «crise militar» dos anos 20 p.21
Capítulo 2 - A era das grandes reformas (1930-1939) p.39
Capítulo 3 - Os rendimentos decrescentes da defesa militar (1940-1942) p.157
Capítulo 4 - O impacto da guerra e as mutações estratégico-militares (1943-1958) p.199
Conclusão p.277
Anexos p.289
Bibliografia p.295
Índice remissivo p.311

 

António Paulo Duarte é Investigador do Instituto de Defesa Nacional (IDN). É também Investigador do IHC (Instituto de História Contemporânea da UNL). Foi Professor de História do 3º CEB/Secundário de 1992 a 2009. Licenciado em História (1990), Mestre em Estratégia (1997) e Doutor em História Institucional e Política Contemporânea (2005). Colaborou, como investigador, com o CINAMIL, Academia Militar (2002-2004) e com o CEFI (UCP) (2006/2007). Publicou o Equilíbrio Ibérico, Séc. XI-XX, História e Fundamentos (2003), Linhas de Elvas, Prova de Força (2003 e 2005) e, em colaboração com António Horta Fernandes, Portugal e o Equilíbrio Peninsular (1998 e 2003) e a Antologia Grandes Estrategistas Portugueses (2007).