Património, Ruralidade e Turismo

Património, Ruralidade e Turismo
Etnografias de Portugal Continental e dos Açores
Autor(es): 
Categoria: 
ISBN: 
978-972-671-344-9
Idioma: 
Português
Data de publicação: 
2014/Nov
Dimensão: 
14x20
Nº Páginas: 
211
Coleção: 
Colecção Breve
Formato: 
Capa Mole
14,00 €12,60 €

Este livro propõe-se discutir a problemática da ruralidade na sociedade portuguesa, mediante a compilação e análise de cinco estudos de caso desenvolvidos pelo autor em Portugal continental e insular na última década. Os estudos de caso etnográficos apresentados nas duas primeiras partes do livro (I – Teorias de património e impactos locais; II – Ecoturismo e governamentalidade nos Açores) descrevem e examinam o modo como a proteção e a comercialização, via turismo, de recursos culturais e naturais afetam as populações locais, privilegiando o ponto de vista dos residentes. O estudo de caso constante da terceira parte (III – A persistência do pastoralismo em Portugal) estabelece um paralelo entre a literatura de ficção do século XIX e as práticas de turismo rural do início do século XXI.

 

Agradecimentos p. 13

Prefácio

João Leal

p. 15
Parte I - Teorias de património e impactos locais  
Introdução p. 31
1. Por baixo da superfície da indústria do património. Governamentalidade e representação cultural da arquitetura doméstica em Castelo Rodrigo p. 35
2. Os dois impactos opostos da construção de património nas comunidades locais. Perceções dos residentes: o caso de Sortelha p. 63
Parte II - Ecoturismo e governamentalidade nos Açores  
Introdução p. 91
3. Como o ecoturismo trabalha a nível da comunidade: o caso da observação turística de cetáceos nas Lajes do Pico p. 93
4. Foucault na paisagem: questionando a governamentalidade nas Sete Cidades p. 119
Parte III - A persistência do pastoralismo em Portugal  
Introdução p. 143
5. O ideal pastoral em Portugal: da literatura às práticas turísticas p. 145
Conclusão p. 167
Bibliografia p. 169
Índice remissivo p. 195

 

Luís Silva, antropólogo e investigador do CRIA. Os seus principais interesses de investigação incluem ruralidade, turismo rural, ecoturismo, património edificado, governamentalidade, moinhos hidráulicos, identidade nacional e energias renováveis.

Recensão Análise Social, 217, l (4.º), 2015, pp. 855-858, por Xerardo Pereiro.