Os Sons do Silêncio

Os Sons do Silêncio
O Portugal de Oitocentos e a Abolição do Tráfico de Escravos
Categoria: 
ISBN: 
978-972-671-056-1
Idioma: 
Português
Data de publicação: 
1999/Sep
Dimensão: 
23x15
Nº Páginas: 
509
Coleção: 
Colecção Geral
Formato: 
Capa Mole
24,87 €22,38 €

Tradicionalmente, a historiografia tem atribuído o fracasso das medidas abolicionistas de 1836-1839 (sob Sá da Bandeira) à resistência colonial, à penúria de meios de acção e à inexistência de sentimentos abolicionistas em Portugal. São verdades incompletas, sobretudo quanto ao último factor. A sugestão de que existiria um vazio de opinião ou uma indiferença relativamente ao problema é enganadora. Na verdade, a cultura portuguesa dos anos 30 incluía uma muito evidente tolerância perante o tráfico de escravos. E era dominante a opinião contrária à sua supressão. Sem pôr em causa a importância das resistências coloniais e da debilidade de meios financeiros ou navais, o autor considera que o grande obstáculo à supressão do tráfico de escravos naquele período residia na metrópole.