Os Colégios dos Meninos Órfãos (séc. XVII-XIX)

Os Colégios dos Meninos Órfãos (séc. XVII-XIX)
Categoria: 
ISBN: 
978-972-671-176-6
Data de publicação: 
2006/Oct
Nº Páginas: 
274
Formato: 
Capa Mole
18,90 €17,01 €

A necessidade de acautelar as pessoas e os bens de um importante grupo demográfico, assegurando, tanto quanto possível, a estabilidade e a reprodução sociais levou, desde tempos remotos, à criação de instituições específicas para acolher as crianças órfãs. Em Portugal, as instituições para órfãos florescem a partir de Quinhentos, com a criação do colégio de Lisboa, seguido de outras nas principais cidades do reino nos séculos posteriores.
As estratégias desenvolvidas em torno dos alunos variaram, ao longo dos tempos, de instituição para instituição.
A capacidade de adaptar o projecto educativo às necessidades das comunidades onde se inseriam ditou a sobrevivência de cada um dos colégios, fazendo com que a sua influência se pudesse prolongar num espaço e num tempo substancialmente diferentes.

Abreviaturas p.15
Nota prévia p.17
Introdução p.19
Capítulo 1 - Os estatutos dos colégios de órfãos - os modelos, as prácticas e as estratégias (séculos XVI-XIX) p.37
Capítulo 2 - Os colégios dos órfãos (Évora, Porto e Braga) - as instituições, os alunos e as famílias p.95
Conclusão p.247
Fontes e bibliografia p.261

 

Shopping cart

Your shopping cart is empty.