Lufa-Lufa Quotidiana

Lufa-Lufa Quotidiana
Ensaios sobre Cidade, Cultura e Vida Urbana
Autor(es): 
Categoria: 
ISBN: 
978-972-671-268-8
Idioma: 
Português
Data de publicação: 
2015/May
Dimensão: 
14x20
Nº Páginas: 
227
Coleção: 
Colecção Breve
Formato: 
Capa Mole
15,99 €14,39 €

Este livro começa por abordar o tempo e a falta dele na chamada lufa-lufa quotidiana. Tomando temporalidades de longa duração, explora a passagem do paradigma da lentidão para o paradigma do encontrão, dando também conta de como na vida urbana se vem assistindo à perda de relevância do ouvido em relação ao olhar. As profundidades ocultas das estruturas urbanas vêm à superfície da vida quotidiana ao analisarem-se contratempos, condutas em filas de trânsito, mensagens de pacotes de açúcar, anúncios publicitários, desempenhos sexuais, dilemas quotidianos, expressões linguísticas e comportamentais… enfim, modos de a cidade se fazer e dizer. As políticas culturais são questionadas bem como o seu contributo para uma cidadania participada, a partir da reconquista do sentido da cidade. No terreno dos estudos culturais, o livro é também um convite à busca de hermenêuticas do imaginário.
O correr da vida embrulha tudo (Guimarães Rosa)

 

 

Preâmbulo (se tiver tempo para o ler...) p.11
1 - Dolências e indolências da vida urbana p.21
2 - Um dia sou turista na minha própria cidade p.71
3 - Dilemas do quotidiano: subjectividades negociadas p.95
4 - Cidade, cidadania e participação p.121
5 - Artes de musicar: a libertação pela arte p.145
6 - Estudos culturais e fontes documentais. p.175
Bibliografia p.201
Índice remissivo p.217

 

José Machado Pais, Investigador Coordenador do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Foi Professor Visitante em várias universidades europeias e sul-americanas e Professor Catedrático Convidado do ISCTE/Instituto Universitário de Lisboa. Coordenou o Observatório Permanente da Juventude Portuguesa e o Observatório das Actividades Culturais. Foi consultor da União Europeia e do Conselho da Europa, tendo sido Vice-Presidente do Youth Directorate of the Council of Europe. Foi Director da revista Análise Social e da editora Imprensa de Ciências Sociais e Subdiretor do ICS-ULisboa (três mandatos). Foi também Vice-Presidente da Associação Internacional de Ciências Sociais e Humanas de Língua Portuguesa.   Em 2003, recebeu o Prémio Gulbenkian de Ciências Sociais e, em 2012, o Prémio ERICS (Prémio Estímulo e Reconhecimento da Internacionalização em Ciências Sociais). Em 2018 foi agraciado com um doutoramento Honoris Causa, pela Universidade de Manizales (Colômbia). 

Tem dirigido vários projetos internacionais em  diferentes domínios das Ciências Sociais e publicado em revistas internacionais de referência. Publicou cerca de 40 livros – mais de 20 de autoria individual