A Direita nunca Existiu

A Direita nunca Existiu
As Direitas Parlamentares na Institucionalização da Democracia Portuguesa 1976-1980
Autor(es): 
Categoria: 
ISBN: 
978-972-671-397-5
Idioma: 
Português
Data de publicação: 
2017/Jun
Dimensão: 
23x15
Nº Páginas: 
480
Coleção: 
Colecção Geral
Formato: 
Capa Mole
28,00 €25,20 €

Ao longo das quatro décadas da democracia portuguesa, a fronteira mais à direita do arco parlamentar manteve-se inalterada no Centro Democrático Social. Porque nenhum partido à direita do CDS conseguiu representação parlamentar? Para responder à pergunta, esta investigação de história política recua à alvorada do sistema partidário português, em particular aos cinco anos de institucionalização democrática compreendidos entre 1976 e 1980. Este compasso temporal concentra todas as potencialidades e oportunidades oferecidas à direita extraparlamentar pelo pós-PREC, mas também todos os factores endógenos e exógenos a ela que explicam o seu fracasso no fim da transição portuguesa. Aqui encontram-se também muitas das idiossincrasias desta área política que determinarão a sua marginalidade nos anos seguintes.

 

Introdução p. 15
1. Sinais de vida no terminador [1976] p. 31
2. À procura da forma [1977] p. 117
3. À procura do conteúdo [1978] p. 163
4. O caminho das urnas [1979] p. 241
5. O naufrágio nas urnas [1980] p. 327
6. A alternativa metapolítica  p. 413
Conclusão: das premissas introdutórias às conclusões explicativas p. 443
Fontes e bibliografia p. 457
Índice onomástico e remissivo p. 465

 

Riccardo Marchi, investigador de pós-doutoramento do Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa (CEI-IUL) e professor auxiliar convidado do ISCTE-IUL. Doutorado em História Moderna e Contemporânea, trabalhou no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (ICS-UL) e foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian. Os seus interesses de investigação centram-se nas ideias, movimentos e partidos da direita radical europeia na época contemporânea.

Recensão ao livro A Direita nunca Existiu. As Direitas Parlamentares na Institucionalização da Democracia Portuguesa 1976-1980, por Filipe Nobre Faria. Análise Social, Vol. LIII (3.º), 2018 (n.º 228), 802-804

Recensão de António Araújo no suplemento ípsilon, jornal Público de 10-08-2017.