Entre o Reino e o Império

Entre o Reino e o Império
A Carreira Político-Militar de D. Luís de Ataíde, 1516-1581
Autor(es): 
Categoria: 
ISBN: 
978-972-671-352-4
Idioma: 
Português
Data de publicação: 
2015/Jul
Dimensão: 
23x15
Nº Páginas: 
450
Coleção: 
Colecção Geral
Formato: 
Capa Mole
28,00 €25,20 €

Figura conhecida pelos governos da Índia (1568-1571; 1578-1581), por ter sido indigitado, em 1577, como general para a projectada expedição a Marrocos e ainda por lhe ser atribuída a intenção de, a partir da Índia, socorrer o Prior do Crato, contra Filipe II, em 1580-1581, D. Luís de Ataíde é uma figura incontornável na cronologia sebástica e henriquina. Partindo do aprofundamento da sua carreira ultramarina, este livro cruza as perspectivas social, política e militar da carreira do fidalgo com as dinâmicas do Reino, da Europa, do Estado da Índia e do Norte de África. Buscando os antecedentes da carreira de D. Luís, através da reconstrução da estratégia social e cortesã da sua Casa, e recorrendo a documentação de variada origem torna-se possível contextualizar devidamente as diferentes etapas da sua carreira desde as aprendizagens asiáticas, passando por Muhlberg às fases mais conhecidas da sua carreira. Estudam-se ainda as origens do mito em torno de Ataíde e destrinça-se entre a História e o mito associado à figura. Não esquecendo estes diferentes planos o livro procura, assim, responder a duas interrogações fundamentais: de que forma a resposta às principais interrogações relativas à carreira de D. Luís permitem entender as dinâmicas do Reino e do Império nos reinados de D. Sebastião e D. Henrique e mitigar a ideia de declínio associada ao período? Qual a real importância da acção governativa de Ataíde enquanto protagonista do Reino e do Império no seu tempo?

 

 

Prefácio

João Paulo Oliveira e Costa

p. 15
Introdução p. 25
Capítulo 1 - Génese e maturação de uma longa carreira (1516-1557) p. 49
Capítulo 2 - O apogeu de uma carreira (1557-1577) p. 111
Capítulo 3-  Crepúsculo de uma carreira (1577-1581/1589) p. 225
Capítulo 4 - A construção de uma memória e de um exemplo  p. 341
Conclusão p. 355
Bibliografia e fontes p. 367
Apêndice documental  p. 395

 

Nuno Vila-Santa é investigador do Centro de Humanidades (CHAM - FCSH/NOVA)