Trajectórias familiares e redes sociais: percursos de vida numa perspectiva inter-geracional

Trajectórias familiares e redes sociais: percursos de vida numa perspectiva inter-geracional

Um dos traços emblemáticos da modernização da vida familiar nas sociedades ocidentais reside na diversificação das trajectórias familiares dos indivíduos. Uma segunda mudança fundamental encontra-se nas redes sociais que envolvem os indivíduos ao longo da vida, pois estas tornaram-se também mais plurais, tanto nas suas funções como na sua organização interna, hoje mais centrada nas afinidades electivas. Estabelecer a articulação entre trajectórias e redes sociais é, pois, um desafio fundamental de pesquisa. Partindo de ambas as problemáticas, este projecto junta dois eixos teóricos e propõe um duplo objectivo. (1) Por um lado, reconstituem-se as trajectórias familiares de homens e de mulheres portugueses de diferentes gerações, investindo numa perspectiva de análise do curso de vida. Observa-se a configuração e a diversidade das trajectórias, considerando os encadeamentos e os momentos de viragem biográfica relevantes na história familiar e pessoal do indivíduo. (2) Por outro, analisa-se o impacto dessas trajectórias, marcadas por diferentes momentos de transição, na rede de relações familiares e sociais dos indivíduos.

Estatuto: 
Entidade proponente
Financiado: 
Sim

Um dos traços emblemáticos da modernização da vida familiar nas sociedades ocidentais reside na diversificação das trajectórias familiares dos indivíduos. Uma segunda mudança fundamental encontra-se nas redes sociais que envolvem os indivíduos ao longo da vida, pois estas tornaram-se também mais plurais, tanto nas suas funções como na sua organização interna, hoje mais centrada nas afinidades electivas. Estabelecer a articulação entre trajectórias e redes sociais é, pois, um desafio fundamental de pesquisa. Partindo de ambas as problemáticas, este projecto junta dois eixos teóricos e propõe um duplo objectivo. (1) Por um lado, reconstituem-se as trajectórias familiares de homens e de mulheres portugueses de diferentes gerações, investindo numa perspectiva de análise do curso de vida. Observa-se a configuração e a diversidade das trajectórias, considerando os encadeamentos e os momentos de viragem biográfica relevantes na história familiar e pessoal do indivíduo. (2) Por outro, analisa-se o impacto dessas trajectórias, marcadas por diferentes momentos de transição, na rede de relações familiares e sociais dos indivíduos.

Objectivos: 
O objectivo deste projecto é compreender a inter-relação entre trajectórias familiares e redes sociais. A partir da análise dos percursos de vida (abordagem longitudinal), a pesquisa empírica irá permitir reconstituir as trajectórias de homens e mulheres e analisar as características estruturais e funcionais das suas redes individuais de apoio. A hipótese central do projecto defende que a diversificação das trajectórias familiares influencia o leque e a complexidade das relações sociais dos indivíduos. O projecto pretende comparar três gerações de homens e mulheres estabelecendo, assim, uma relação entre diversas temporalidades familiares e mudanças sociais e inter-geracionais. <br /><br />A pesquisa combina metodologias quantitativas e qualitativas. Será realizado um inquérito de âmbito nacional que incidirá sobre três gerações e diferentes classes sociais; entrevistas com 48 homens e mulheres irão analisar em maior profundidade a natureza subjectiva das trajectórias e dos contextos relacionais.
Coordenador 
Data Inicio: 
01/12/2007
Data Fim: 
30/11/2010
Duração: 
35 meses
Concluído