Redes de migração entre Lisboa e Goiânia - conflitos de identidade na emigração para Portugal

Redes de migração entre Lisboa e Goiânia - conflitos de identidade na emigração para Portugal

A proposta tem como objectivo investigar os migrantes brasileiros provenientes de um estado específico no Brasil e um ponto de emigração importante, Goiás. Através desta investigação, que será realizada nos dois pontos terminais deste fluxo transnacional - as cidades de Goiânia e Lisboa - pretende-se compreender os discursos e experiências que produzem e/ou redefinem as redes sociais responsáveis por estimular as deslocações.

Seguindo o caminho contrário, ou seja, começando em Lisboa, onde a investigação registará e seguirá os "Goianos", e terminando em Goiânia, espera-se identificar as dinâmicas dos laços sociais, familiares, sexuais e económicos e, ao mesmo tempo, as expectativas dos Goianos relativamente ao processo migratório.

A hipótese que se apresenta é a de que esta rede compreende trocas simbólicas, materiais e representacionais que informam, representam, alimentam e renovam continuamente imagens e relações referentes à sociedade portuguesa e que remetem também para re-configurações das noções de "brasilidade", de um ponto de vista regional.

Estatuto: 
Entidade proponente
Financiado: 
Não
Keywords: 

Mobilidade, Redes Sociais, Relações de Género, Transnacionalismo

A proposta tem como objectivo investigar os migrantes brasileiros provenientes de um estado específico no Brasil e um ponto de emigração importante, Goiás. Através desta investigação, que será realizada nos dois pontos terminais deste fluxo transnacional - as cidades de Goiânia e Lisboa - pretende-se compreender os discursos e experiências que produzem e/ou redefinem as redes sociais responsáveis por estimular as deslocações.

Seguindo o caminho contrário, ou seja, começando em Lisboa, onde a investigação registará e seguirá os "Goianos", e terminando em Goiânia, espera-se identificar as dinâmicas dos laços sociais, familiares, sexuais e económicos e, ao mesmo tempo, as expectativas dos Goianos relativamente ao processo migratório.

A hipótese que se apresenta é a de que esta rede compreende trocas simbólicas, materiais e representacionais que informam, representam, alimentam e renovam continuamente imagens e relações referentes à sociedade portuguesa e que remetem também para re-configurações das noções de "brasilidade", de um ponto de vista regional.

Objectivos: 
<p>O objectivo principal da proposta será estudar as representações sobre a experiência migratória em Portugal relativas às expectativas económicas e sociais das famílias envolvidas nos dois pontos terminais do fluxo transnacional, bem como analisar as negociações de identidade, tanto com outras nacionalidades como com os brasileiros de outras regiões. Igualmente importante é compreender o imaginário sobre a sociedade portuguesa construído neste fluxo de informação.</p><p>As relações de género dentro do grupo migrante, bem como com outras nacionalidades, serão um dos pontos principais da investigação, uma vez que constituem uma das principais formas de interacção e produção de um imaginário sobre os migrantes.</p><p>Pretende-se igualmente responder a outras questões: Quais os membros das famílias que migram e quais os que permanecem? Quais as instituições envolvidas nestas redes e como é que elas alimentam as possibilidades de ir e voltar? Como se movimentam as redes de famílias e amigos, bem como aquelas de migrantes ilegais? Existirá uma relação entre a migração interna na região e a internacional? Quais são as expectativas e esperanças relativamente a Lisboa? Como é que elas são alimentadas por aqueles que já migraram?</p><p> </p>
State of the art: 
<p>.</p>
Parceria: 
Não Integrado
Coordenador 
Data Inicio: 
01/03/2009
Data Fim: 
01/03/2012
Duração: 
36 meses
Concluído