A Personalização da Política no Século XXI - Um Projecto de Pesquisa sobre Eleições Democráticas

A Personalização da Política no Século XXI - Um Projecto de Pesquisa sobre Eleições Democráticas

O principal objectivo do projecto é uma análise estruturada da importância dos líderes para o voto em Portugal e num conjunto de democracias contemporâneas. Pretende-se compreender a contribuição que é dada pela personalização da política para a qualidade das democracias consolidadas. Estudos que se têm debruçado sobre a relação entre partidos e instituições políticas têm concluído que existe uma personalização da política (Poguntke and Webb, 2005; McAllister, 2007; Karvonen, 2009). Essa tendência é muitas vezes interpretada como um sinal do declínio do conteúdo político nas escolhas eleitorais (Campbell, 1966; Nie, et al., 1976). Nesta óptica, a importância dos líderes para os desfechos eleitorais representa o declínio da responsabilização desejada entre votantes e políticos: os eleitores estariam a ser atraídos por meras imagens mediáticas em vez de mobilizados partidariamente. No entanto, só será esse o caso se empiricamente se determinar que os líderes são mais importantes enquanto determinantes do voto em contextos em que a responsabilização é menor, se eles forem importantes devido às suas características pessoais, ou se importarem especialmente para aqueles que detêm menos conhecimentos políticos. Pelo contrário, se os líderes forem especialmente importantes devido aos cargos políticos e partidários que ocupam, ou para aqueles que são politicamente mais informados, temos de concluir que a importância dos líderes é sinónimo de um eleitorado mas politizado, e mais racional (Kroh, 2004, Rico, 2009, Gidengil, 2000).

 

Projeto A Personalização da Política no Século XXI - Um Projecto de Pesquisa sobre Eleições Democráticas - PTDC/CPJ-CPO/120295/2010 - Financiado pela FCT

Estatuto: 
Entidade proponente
Financiado: 
Sim
Entidades: 
Fundação para a Ciência e Tecnologia
Keywords: 

Líderes Políticos;

Eleições;

Democracias Europeias;

Contextos de Voto

O principal objectivo do projecto é uma análise estruturada da importância dos líderes para o voto em Portugal e num conjunto de democracias contemporâneas. Pretende-se compreender a contribuição que é dada pela personalização da política para a qualidade das democracias consolidadas. Estudos que se têm debruçado sobre a relação entre partidos e instituições políticas têm concluído que existe uma personalização da política (Poguntke and Webb, 2005; McAllister, 2007; Karvonen, 2009). Essa tendência é muitas vezes interpretada como um sinal do declínio do conteúdo político nas escolhas eleitorais (Campbell, 1966; Nie, et al., 1976). Nesta óptica, a importância dos líderes para os desfechos eleitorais representa o declínio da responsabilização desejada entre votantes e políticos: os eleitores estariam a ser atraídos por meras imagens mediáticas em vez de mobilizados partidariamente. No entanto, só será esse o caso se empiricamente se determinar que os líderes são mais importantes enquanto determinantes do voto em contextos em que a responsabilização é menor, se eles forem importantes devido às suas características pessoais, ou se importarem especialmente para aqueles que detêm menos conhecimentos políticos. Pelo contrário, se os líderes forem especialmente importantes devido aos cargos políticos e partidários que ocupam, ou para aqueles que são politicamente mais informados, temos de concluir que a importância dos líderes é sinónimo de um eleitorado mas politizado, e mais racional (Kroh, 2004, Rico, 2009, Gidengil, 2000).

 

Projeto A Personalização da Política no Século XXI - Um Projecto de Pesquisa sobre Eleições Democráticas - PTDC/CPJ-CPO/120295/2010 - Financiado pela FCT

Objectivos: 
This project is situated in the comparative electoral behaviour field and seeks to incorporate into it several strands of comparative politics which have not been adequately modeled until now. Previous research I have conducted, namely on the relationship between party type and leader effects, party dealignment and the evaluation of leaders, as well as on political leadership forms the basis for the project (see publications document). Using a comparative and multilevel methodological approach the significance of leader effects for the quality of democracy will be analysed. <p> </p>
State of the art: 
The attempt to measure the impact of leaders has been everything but consensual. Some authors contend that supposedly parliamentary elections are now effectively presidential contests (Bean and Mughan, 1989; Clarke et.al. 2004; Mughan, 2000; Stewart and Clarke, 2000). However, this claim is far from uncontested. Some studies cast doubt on whether evaluations of leaders have ever had much impact on either individual voters or election outcomes (King, 2002; Bartle 2002, Bartle and Crewe, 2002). Also, the trend of personalisation implies the growing importance of leaders. The few such studies that have actually empirically tested the claim that leader evaluations have become more important over time reach quite cautious conclusions (Curtice and Holmberg, 2005, Brettschneider et. al. 2006). <p>Most of the existing studies deal with the question of magnitude. More recently, the research agenda has taken steps in the direction of contexts (Barisione, 2009). At the macro level, it has been found that leaders matter more in presidential and semi-presidential regimes than in parliamentary ones. In a parliamentary context, as might be expected, leadership evaluations appear to be more important where a majoritarian electoral system is in place or where the battle for power is focused on two parties (Curtice and Hunjan, 2007), or on the type of parties which exist, i.e. catch-all vs. electoralist (Lobo, 2008). At the micro level, early studies which focused on the US posed the hypothesis that those who relied on leaders as cues for voting would be those voters with less information about the political process. A parallel hypothesis which has been tested involves the degree of exposure to the media by electors, with those most exposed expected to exhibit higher leader effects. However, the consensus on this issue has not been reached either (Kroh, 2004). </p>
Parceria: 
Não Integrado
Marco Lisi
Patrício Costa
Coordenador 
Data Inicio: 
01/02/2012
Data Fim: 
31/07/2015
Duração: 
41 meses
Concluído