O Financiamento do Estado Liberal. A Ascensão das Finanças Públicas na Europa do séc. XIX

O Financiamento do Estado Liberal. A Ascensão das Finanças Públicas na Europa do séc. XIX

Nas últimas décadas a economia dirigiu novamente a sua atenção para a construção e manutenção das instituições necessárias para um crescimento económico sustentado. Os economistas começam agora a perceber que a ausência, sucesso e falhanço das instituições pressupõe a promoção e apoio fornecido pelos sistemas político e legal e que a nova economia institucional não possui actualmente uma teoria fundacional para a formação dos Estados. Enquanto historiadores da economia, este grupo de académicos reconhece que a reforma e reestruturação dos sistemas fiscal e legal no fim do antigo regime e no rescaldo de quase 25 anos de guerras revolucionárias e Napoleónicas (1792-1815) foram essenciais para o estabelecimento dos regimes liberais e para o desenvolvimento das economias europeias entre 1815 e 1914. Assim, os principais objectivos deste estudo sobre história económica colaborativa são: descrever a história da reconstrução dos regimes financeiros e fiscais após 25 anos de instabilidade e guerra; analisar e generalizar os diferentes processos nacionais por meio dos quais os estados obtinham fundos, à medida que respondiam às tarefas novas e em constante mudança da governação ao longo do séc. XIX para analisar a forma como a governação europeia.

Estatuto: 
Entidade proponente
Financiado: 
Não
Keywords: 

Governo Europeu, Finanças Públicas, Taxação, História Europeia

Nas últimas décadas a economia dirigiu novamente a sua atenção para a construção e manutenção das instituições necessárias para um crescimento económico sustentado. Os economistas começam agora a perceber que a ausência, sucesso e falhanço das instituições pressupõe a promoção e apoio fornecido pelos sistemas político e legal e que a nova economia institucional não possui actualmente uma teoria fundacional para a formação dos Estados. Enquanto historiadores da economia, este grupo de académicos reconhece que a reforma e reestruturação dos sistemas fiscal e legal no fim do antigo regime e no rescaldo de quase 25 anos de guerras revolucionárias e Napoleónicas (1792-1815) foram essenciais para o estabelecimento dos regimes liberais e para o desenvolvimento das economias europeias entre 1815 e 1914. Assim, os principais objectivos deste estudo sobre história económica colaborativa são: descrever a história da reconstrução dos regimes financeiros e fiscais após 25 anos de instabilidade e guerra; analisar e generalizar os diferentes processos nacionais por meio dos quais os estados obtinham fundos, à medida que respondiam às tarefas novas e em constante mudança da governação ao longo do séc. XIX para analisar a forma como a governação europeia.

Objectivos: 
A edição de um livro a ser publicado pela Cambridge University Press (o contrato foi assinado em Dezembro de 2007) com contribuições de 9 países diferentes. <p>Autoria da introdução e do capítulo sobre Portugal no livro referido.</p>
State of the art: 
<p>.</p>
Parceria: 
Não Integrado
Coordenador 
Data Inicio: 
01/01/2008
Data Fim: 
01/12/2009
Duração: 
23 meses
Concluído