Observatório de Ambiente, Território e Sociedade

Observatório de Ambiente, Território e Sociedade

O OBSERVA – Observatório de Ambiente, Território e Sociedade é um observatório do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa que  trata, disponibiliza e comunica informação científica sobre ambiente, território e sociedade em Portugal. O Observa tem como missão fortalecer a relação entre academia e sociedade civil e promove a disseminação de informação sobre a componente social das questões ambientais e do território.

A missão do OBSERVA é o conhecimento das relações entre sociedade, ambiente e território. Analisa-se tanto os fenómenos sociais que resultam ou são influenciados por questões ambientais e territoriais, como o modo como as próprias condições ambientais e territoriais são modificadas por fenómenos de natureza social.

A realização deste programa, que incide sobre um campo necessariamente vasto e complexo, traduz-se em projetos, atividades e publicações do Grupo de Investigação Ambiente, Território e Sociedade (GIATS) inseridos em diversas áreas temáticas: participação e cidadania ambiental; organização, governança e ordenamento do território; avaliação das políticas públicas ambientais, territoriais e urbanas; papel dos media no ambiente; consumo, estilos de vida e alimentação; processos de transição socio-ecológica; educação ambiental e para a sustentabilidade; e o estudo de representações, atitudes e comportamentos face ao ambiente, às alterações climáticas, à energia e ao território.

Além da divulgação destes projetos, o observatório mantém uma base de dados sobre temas de ambiente. São ainda parte da atividade do OBSERVA a publicação de estudos, o fornecimento de informação útil à definição de políticas e a divulgação de conhecimento sobre ambiente, território e sociedade ao público em geral.

O Observa tem como objetivos:

Divulgar a investigação realizada pelo Grupo de Investigação SHIFT destinada a compreender os fenómenos sociais associados à crise ambiental global, bem como ao desafio da sustentabilidade em Portugal, através de estudos sobre:

  • Representações, atitudes e comportamentos dos portugueses;
  • Dinâmicas de participação e cidadania perante os processos de conflito, debate e tomada de decisão;
  • Dimensões urbanas das questões territoriais e sua incidência na qualidade de vida;
  • Impactos sociais das políticas públicas ambientais e de ordenamento do território;
  • Emergência e transformação destes temas na esfera dos media;
  • Dimensão histórica e do perfil evolutivo destes tópicos na sociedade portuguesa.

Disponibilizar informação a investigadores, decisores, meios de comunicação e ao público em geral, através de bases de dados, de publicações e de brochuras, contendo os dados e conclusões dos inquéritos e dos projetos realizados, bem como de avaliação de políticas públicas e respetivos policy briefs.

Dinamizar iniciativas e eventos que estimulem a reflexão, o entendimento e a intervenção pública na busca de soluções para os problemas ambientais e territoriais, numa perspetiva de cidadania participativa. Neste sentido, promovem-se consultas públicas, workshops temáticos, inquéritos nacionais e formação para públicos diversificados. 

Observa