História Económica de Portugal 1700-2000 - Volume II

História Económica de Portugal 1700-2000 - Volume II
O século XIX
Categoria: 
ISBN: 
978-972-671-306-7
Idioma: 
Português
Data de publicação: 
2012/Jan
Nº Páginas: 
491
Coleção: 
Colecção Geral
Formato: 
Capa Mole
27,00 €24,30 €

A reunião das condições que propiciaram a entrada na era do crescimento económico moderno no século XIX não estava ao alcance da maioria dos países europeus. Em vésperas da primeira guerra mundial era ainda muito restrito – e geograficamente concentrado – o círculo de estados que haviam conseguido franquear o umbral do desenvolvimento económico. Outros pareciam dar os primeiros passos nessa direcção, outros ainda ficavam decididamente para trás. Na própria época, estas mesmas disparidades de desenvolvimento suscitaram reflexões de diferentes agentes sociais. Em Portugal, o tema do atraso económico – articulado com o velho mito da decadência nacional – ocupou duradouramente políticos e intelectuais. Em virtude das suas aspirações a um país mais desenvolvido, legaram um problema à historiografia: por que razão não entrou Portugal no exclusivo clube dos países europeus que então se industrializaram rapidamente? Ao invés, a história económica comparativa mais recente sugere outra perspectiva. Trata-se de saber se, à luz do comportamento de países que pertencem à mesma região geográfica de Portugal, ou que com ele partilham característica económicas e sociais, seria legítimo esperar um crescimento mais forte e, portanto, um menor atraso. 

 

 

Prefácio p.25
Introdução
Jorge Pedreira
p.27
Capítulo 1 - População e crescimento económico
Joaquim da Costa Leite
p.43
Capítulo 2 - A ocupação da terra
Helder Adegar Fonseca
p.83
Capítulo 3 - O trabalho
Jaime Reis
p.119
Capítulo 4 - O capital
Maria Eugénia Mata
p.153
Capítulo 5 - A tecnologia
Nuno Luís Madureira e Ana Cardoso de Matos
p.189
Capítulo 6 - A agricultura
Conceição Andrade Martins
p.219
Capítulo 7 - A indústria
Pedro Lains
p.259
Capítulo 8 - Moeda e bancos
Ana Bela Nunes e Nuno Valério
p.283
Capítulo 9 - Finanças públicas
Rui Pedro Esteves
p.305
Capítulo 10 - Relações económicas com o exterior
Benedita Câmara
p.337
Capítulo 11 - O império
Valentim Alexandre
p.357
Capítulo 12 - Operários e empresários
Maria Filomena Mónica
p.377
Capítulo 13 - Política económica
Paulo Jorge Fernandes
p.393
Capítulo 14 - Instituições e quadro legal
António Manuel Hespanha
p.421
Bibliografia p.447

 

Pedro Lains, investigador coordenador do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, professor convidado da Faculdade de Economia e Gestão da Universidade Católica, e membro do Instituto Laureano Figuerola da Universidad Carlos III de Madrid. Foi professor visitante da Faculdade de Economia da UNL, das Universidades Carlos III de Madrid, Brown e Évora; e presidente da Associação Portuguesa de História Económica e Social, director da Imprensa de Ciências Sociais, secretário-geral da European Historical Economics Society, e director da Análise Social. Tem como área principal de investigação a História Económica dos séculos XIX e XX, preocupando-se sobretudo com o estudo do crescimento económico no longo prazo de Portugal e dos países periféricos da Europa; com o estudo da integração europeia; e com os problemas actuais da economia portugue

Álvaro Ferreira da Silva é doutorado pelo Instituto Europeu de Florença e é professor associado da Nova School of Business and Economics.  Entre os seus principais interesses contam-se  o estudo dos grupos empresariais no século XX, e os aspectos tecnológicos e organizativos no desenvolvimento das infrastruturas urbanas.